Total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Clarinha, Clarinha!



 A minha Clara é morena
Maria Clara, menina
Minha Maria pequena.
Jeitinho de bailarina,
Sorriso fácil! Serena!

A minha Clara sapeca
Doce, meiga, inteligente.
Minha pequena boneca
Nos olhos, amor somente!
Porém, levada da breca!

Como todas as crianças
Pula, corre, faz barulho,
Traz nos olhos esperança!
Enche a todos nós de orgulho,
Brinca, grita, faz lambança!

Carinho incondicional!
Entrega-se com o coração,
É mais que especial
Seu carinho e atenção...
Amor assim, não tem igual!

Célia Ramos

4 comentários:

  1. Uma poesia para uma filha, tem nada mais bonito não...Os filhos são uma grande inspiração. Parabéns Célia por essa clarinha moreninha. Cláudia Viana.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. O comentário acima é meu, não vi que a conta da minha esposa tava "ligada!Heheheh!
    Eu ainda não experimentei isso...mas tenho uma gatinha preta que é bem apegada à mim!Deram um sumiço nela esses dias, mas Deus a trouxe de volta...Ela tá aqui debaixo da mesinha do computador!Heheheeh!Vc deve estar orgulhosa da linda filhota que tem, né?
    Ps.:Sim, infelizmente era eu mesmo, mas nem minha discrição resolvel alguma coisa nessa história!95% foi verdade e loucura, o resto, poesia!Heheheeh!
    Bjão procê companheira!

    ResponderExcluir